João Azevêdo publica decreto que determina retorno gradual das aulas presencias na Paraíba

O Governo da Paraíba decretou que as escolas do Estado devam ter 70% das aulas realizadas remotamente e apenas 30% de modo presencial em meio à pandemia da Covid-19. O Plano Educação para todos em Tempos de Pandemia (PET-PB) foi publicado nesta segunda-feira (8), no Diário Oficial do Estado.

O plano também prevê que as aulas presenciais sejam ministradas para pequenos grupos de, até 50% a quantidade de alunos original da turma. As turmas terão atividades presenciais em semanas alternadas, com aulas durando até três horas por dia.

Acesse: Malvinas e Catolé são os bairros com mais casos de Covid-19 em Campina Grande; confira os números

Nesta primeira etapa, retornam os estudantes do Ensino Infantil de 0 a 10 anos de idade, a partir de 1º de março. A cada 15 dias, será realizado um mini inquérito sorológico para acompanhar se está havendo contaminação no retorno às aulas.

O plano também estabelece fases que podem evoluir a cada seis meses. Caso o retorno não tenha percalços, no segundo semestre deste ano começa a fase 1, com 50% de aulas presenciais e 50% de aulas remotas. No primeiro semestre de 2022, a fase 2 teria 70% de aulas presenciais e 30% remotas. Já no segundo semestre de 2022, as aulas seriam 90% presenciais e apenas 10% remotas.

Veja também:

Compartilhar