Após polêmica, Ney Suassuna lamenta morte de Maranhão; Ricardo Coutinho diz: “Lutou a boa luta e agora caminha na luz”

Após polêmica que repercutiu nacionalmente no início do ano, quando estirou o dedo do meio durante uma entrevista ao vivo à TV Correio em que comentava sobre a saúde do senador José Maranhão (MDB), que faleceu em decorrência de complicações da Covid-19, o ex-senador Ney Suassuna (Republicanos) lamentou a morte do colega de Senado e de chapa em algumas eleições.

Em nota breve, Suassuna diz lamentar profundamente o falecimento de Maranhão e presta suas condolências à família.

Lamento profundamente a morte do senador José Maranhão ocorrida, na
noite de segunda-feira (08/02), em São Paulo, vítima do Covid-19. Maranhão foi um grande político paraibano, e presto minhas condolências à família, neste momento,  de dor e tristeza.

Que Deus reserve a ele um bom lugar na morada eterna.

Ney Suassuna

Acesse: Saiba mais sobre Nilda Gondim, suplente de José Maranhão que assume titularidade no Senado

Além do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), do governador João Azevêdo (Cidadania) e do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), que em alguns momentos foram adversários políticos de Maranhão, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) também emitiu nota de pesar.

O socialista, que protagonizou uma intensa disputa contra o então governador em 2010, em nome do PSB, disse: “O filho de Araruna deixou sua marca na Paraíba por sua grande contribuição ao Estado, desde 1955, passando por diversos cargos eletivos. Lutou a boa luta e agora caminha na luz”.

Veja também:

Compartilhar