Ala do PT ligada a Ricardo Coutinho vai entrar com recurso para anular apoio a João Azevêdo

O representante da Corrente de Resistência Socialista do Partido dos Trabalhadores (PT) na Paraíba, advogado Antônio Barbosa, afirmou nesta quinta-feira (11) que os militantes contrários à decisão estadual do partido em apoio ao governador de João Azevêdo (Cidadania) vão entrar com um recurso perante a Direção Nacional do PT pedindo a anulação desse apoio.

O advogado chegou a ser candidato a vice-prefeito de Ricardo Coutinho (PSB) em 2020, mas por conta da candidatura própria do PT com o nome de Anísio Maia, saiu da disputa, agravando a divisão interna na sigla. Não há unidade também quanto a essa questão do apoio ao Governo do Estado.

“A nossa discordância é em face ao apressamento de uma parcela do PT da Paraíba e de João Pessoa em ofertar esse apoio a João Azevêdo. Nós saímos há pouco tempo de um processo bastante traumático, que envolveu o partido, o governador, a direção nacional e nós entendemos que uma decisão dessa magnitude precisa ser mais debatida internamente, daí a nossa decisão de apresentar um recurso pedindo esta anulação”, declarou.

O presidente do PT, Jackson Macedo, por sua vez, deu pouca importância ao recurso que a Corrente Socialista disse que vai apresentar. Ele enfatizou que lamenta a atitude de Antônio Barbosa, pois esse tipo de ação não ajuda na construção partidária.

“Eu falo pelo partido e nós tomamos uma posição. Tendência é um grupo pequeno e como presidente do partido, nós temos que falar pela representação que tem um posicionamento claro em relação a isso: de permanecer ajudando o governo João Azevedo na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal e o PT dando sustentação política ao Governo. Nós temos identidade com o Governo”, destacou.

Macedo considera legítimo que se recorra à Direção Nacional, mas que não deveria ter sido divulgado. “Acho isso muito ruim. Muito embora a decisão já tenha sido tomada por ampla maioria do Diretório Regional e eu como presidente vou defender a posição do PT como defendi nas eleições municipais a posição do partido de apoiar a candidatura de Ricardo Coutinho. Nós vamos seguir a posição política de permanecer aliado do governador João Azevedo”, assegurou.

Veja também:

Compartilhar