Prefeitura de Campina Grande inicia cadastro idosos para vacinação contra a Covid-19 por drive thru no próximo sábado (20)

A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande realizará, no próximo sábado (20), um drive-thru de vacinação contra a Covid-19 em idosos a partir de 90 anos de idade. Para ter acesso ao imunizante, o idosos precisa estar cadastrado no site vacinacao.campinagrande.pb.gov.br. O objetivo da Coordenação Municipal de Imunização é vacinar 500 idosos.

O cadastro através do site é obrigatório para poder receber a vacina no próximo sábado. Além da idade mínima de 90 anos de idade, outro pré-requisito é ser residente de Campina Grande e ter cartão do SUS ativo com registro no município. A Secretaria vai realizar uma triagem e os idosos que tiverem o cadastro aprovado vão receber uma ligação confirmando o agendamento.

Acesse: Mais pacientes de Manaus internados com Covid-19 em Campina Grande recebem alta: “Me considero paraibano, nasci de novo aqui”, diz homem curado

O drive-thru acontece no próximo sábado a partir das 09h00 no estacionamento do Clube Campestre, no Catolé, mas só receberão a dose os idosos que tiverem feito o cadastramento e recebido a confirmação. No dia, é necessário apresentar um documento oficial.

“Nós adotamos essa estratégia para otimizar e acelerar o processo de aplicação das doses nesse público, que é o mais vulnerável. Fizemos o modelo de drive-thru na campanha de vacinação da H1N1 e tivemos um resultado significativo. Agora, estamos aperfeiçoando ainda mais a logística, com um processo de controle dos idosos que irão receber a vacina”, explicou o secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul.

Mais de sete mil pessoas já foram imunizadas na cidade, entre profissionais de saúde, idosos em abrigos, idosos acamados a partir de 80 anos e idosos acima dos 90 anos de idade, além de coveiros e agentes do serviço funerário. Esta semana, a Coordenação de Imunização iniciou um cronograma de vacinação dos idosos nas residências e também começou a aplicação da segunda dose para os trabalhadores de saúde que receberam a primeira dose, no início da campanha.

Veja também:

Compartilhar