Morre mulher que teve corpo incendiado durante farra no bairro da Liberdade, em Campina Grande

Morreu, nesta quinta-feira (18), Maria do Socorro Gomes da Silva, de 44 anos. A mulher e o marido foram internados no Hospital de Trauma de Campina Grande, na sexta-feira (12), após terem os corpos incendiados com uso de álcool e fogo, de forma criminosa, durante uma bebedeira no bairro da Liberdade. O caso é investigado pela polícia como tentativa de homicídio.

Maria do Socorro estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) quando veio a óbito nesta quinta-feira. O marido de 32 anos continua em tratamento no hospital. Ele permanece na ala de queimados da enfermaria. O quadro de saúde é estável.

De acordo com as testemunhas, o casal estava bebendo, quando uma briga começou e a esposa ateou fogo no marido. Logo após, a vizinha entrou na confusão e ateou fogo na mulher.

Veja também:

Compartilhar