Campina Grande não será afetada diretamente por decreto estadual, mas ações preventivas contra a Covid-19 precisam continuar

Campina Grande, cidade polo da 2º macrorregião do Estado, não será afetada diretamente pelo decreto publicado nesta terça-feira (23) pelo Governo da Paraíba que determina novas restrições para o combate à Covid-19, que voltou a registrar aumento no número de casos e óbitos principalmente na Capital.

O documento exposto no Diário Oficial disciplina o horário e funcionamento de diversos serviços e segmentos em municípios avaliados com as bandeiras vermelha e laranja do ‘Plano Novo Normal Paraíba’, e Campina Grande segue com a bandeira amarela, o que indica estabilização e uma situação mais confortável em comparação com outras regiões.

Acesse: Mais de 140 municípios paraibanos terão toque de recolher; Campina Grande, Pocinhos, Areial e Montadas ficam de fora

Mesmo sem novas medidas restritivas na Rainha da Borborema, o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, pede que a população mantenha os cuidados como o uso de máscara, frequente higienização das mãos, distanciamento social e evitar aglomerações, algo também defendido pelo secretário Municipal, Filipe Reul.

O último boletim emitido pela Secretaria de Saúde de Campina Grande indica mais de 19 mil casos confirmados da doença, com 19.147 recuperados, 510 óbitos e 147 pacientes internados da 2º macrorregião e 8.1518 pessoas vacinadas.

Veja também:

Compartilhar