Noite de quinta-feira (25) marcada por fiscalizações em bares e restaurantes de Campina Grande

Apesar de apresentar números mais confortáveis em comparação com João Pessoa e o Alto Sertão paraibano em relação à pandemia da Covid-19, Campina Grande intensifica o trabalho preventivo com a fiscalização de bares, restaurantes e estabelecimentos que possam gerar aglomerações.

Na noite desta quinta-feira (25) agentes do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), da Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa) e a Polícia Militar monitoraram 15 comércio de bebidas da cidade para que as recomendações da Prefeitura e das autoridades sanitárias sejam cumpridas. São elas: distanciamento social, número restritivo de pessoas no local, uso de máscara quando o indivíduo não está na mesa – ida ao banheiro, por exemplo – e álcool em gel à disposição.

De acordo com a Gerente da Gevisa, Betânia Araújo, estabelecimentos foram flagrados descumprindo a exigência de redução de lotação a 50% da capacidade do local. Com isso, muitos deles também não atenderam à regra de distanciamento mínimo de 1,5m entre cada mesa.

“Alguns dos estabelecimentos estavam cheios e tivemos que interromper o acesso de novos clientes até o espaço ser esvaziado. Notificamos esses bares e restaurantes para retirarem as mesas do espaço, de modo que a distância mínima seja respeitada, bem como a regra de lotação de 50% da capacidade. Vamos retornar aos estabelecimentos nesta sexta e, caso a orientação não tenha sido atendida, os espaços serão interditados”, disse Betânia.

A fiscalização aconteceu no dia da final do Brasileirão, com jogos transmitidos em bares e restaurantes e que naturalmente ocasiona aglomerações de torcedores.

Redação Paraíba Debate

Veja também:

Compartilhar