Recebendo pacientes ‘de fora’ com Covid-19, ocupação de UTIs aumenta em Campina Grande

Campina Grande registrou nesta segunda-feira (1º) um expressivo aumento no número de pacientes em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento da Covid-19. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, 65% das vagas em UTIs (SUS e rede privada) estão ocupadas na cidade. Há 10 dias essa taxa era de 44%.

Segundo dados oficiais, 40% dos pacientes internados nas UTIs do Complexo Hospitalar Pedro I são oriundos de outros municípios do Estado. Ao todo, 72 pessoas estão internadas em UTIs dos hospitais de Campina Grande, das quais, 42 são de outras cidades da macrorregião.

O prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) já anunciou que prepara uma reunião urgente com os gestores das cidades referenciadas com Campina Grande para pedir que sejam adotadas, nestes municípios, medidas para frear o aumento de casos da doença.

Em Campina Grande foi publicado um novo decreto endurecendo algumas regras sanitárias e ampliando a fiscalização e punição aos que desrespeitarem as medidas.

Redação Paraíba Debate

Veja também:

Compartilhar