Governador do Ceará anuncia pacote de medidas para auxiliar trabalhadores e empresas que vão da isenção do IPVA a parcelamento do ICMS

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou nesta quinta-feira (4) à noite, um pacote de medidas para trabalhadores desempregados e empresários do setor de restaurantes, um dos mais atingidos pela pandemia.

As medidas preveem o auxílio de R$ 1 mil (em duas parcelas de R$ 500) para os trabalhadores do setor que estão desempregados (garçons, cozinheiros, auxiliares de cozinha, gerentes, recepcionistas, entre outros), mediante cadastro e critérios que serão estabelecidos e o parcelamento dos débitos do ICMS dos estabelecimentos em 60 vezes (5 anos).

Além destas duas ações que contemplam trabalhadores e empresários, o governo também prevê isenção de IPVA 2021 para veículos registrados em nome de empresas do setor, ou até um carro de profissional autônomo ou microempreendedor individual que atue no segmento e isenção da conta de água de todos os estabelecimentos do setor dos meses de março, abril e maio e débitos de água durante a pandemia (março de 2020 até fevereiro/2021) serão isentados, além de ficarem isentos também da tarifa de contingência.

Antes ele já havia anunciado também a concessão de um auxílio financeiro de R$ 1.000 para os profissionais do setor de eventos, como músicos, humoristas, técnicos de som e de imagem. O valor será pago em duas parcelas de R$ 500.

Compartilhar