Paraíba continua sem informações oficiais sobre estado de saúde de Damião Feliciano, infectado pela Covid-19

Mais uma semana se passa sem que nenhum dos integrantes da família do deputado federal Damião Feliciano (PDT) sequer atendam o celular para informar sobre o estado de saúde do parlamentar internado no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, acometido pela Covid-19.

Nos últimos quinze dias, desde a confirmação do internamento, a imprensa local tem ligado insistentemente para os celulares da vice-governadora Ligia Feliciano (PDT), do secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Gustavo Feliciano e de Renato Feliciano, e até o número do deputado sem que haja retorno.

O boicote ou decisão de não passar dados diante da importância do parlamentar, só criam ilações acerca de possíveis dificuldades dele na atualidade.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e o coordenador da bancada paraibana no Congresso Nacional, o deputado federal Efraim Filho (Democratas), chegaram a ter contato com a família Feliciano e repassaram poucos detalhes, indicando a recuperação do parlamentar.

Veja também:

Compartilhar