Bruno promete acionar a Justiça para manter Campina Grande na bandeira amarela

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), admitiu que poderá acionar a Justiça, caso necessário, para questionar a nova avaliação do Plano Novo Normal Paraíba, que reclassificou o município em bandeira laranja, diante da pandemia da Covid-19.

“Estamos avaliando sim isso. Espero que não seja necessário, mas há precedentes em relação a isso. As cidades de Natal, São José dos Campos demonstram à Justiça que tem condições de aliar vida, saúde e emprego”, disse.

O município questiona os critérios usados pelo Governo do Estado para reclassificar Campina Grande em uma bandeira onde as restrições são maiores.

“Se for preciso, vamos questionar judicialmente esses dados que, em tese, justificariam o rebaixamento de Campina Grande”, declarou o prefeito.

Para ele, o que a cidade precisa neste momento é intensificar a fiscalização, garantindo o cumprimento das medidas sanitárias já estabelecidas. “Os irresponsáveis serão punidos, mas o restante que faz o que é certo, precisa comer e pagar as contas”, concluiu.

Veja também:

Compartilhar