Estabelecimentos são multados por descumprirem decreto preventivo contra a Covid-19 em Campina Grande

A Prefeitura de Campina Grande segue monitorando os estabelecimentos da cidade para garantir o cumprimento das medidas restritivas e normas sanitárias para conter a Covid-19. Desde o início deste mês a força-tarefa já realizou fiscalizações em mais de 150 estabelecimentos do município e autuou e multou 10 deles por descumprirem o Decreto Municipal nº 4.556.

A força-tarefa é desenvolvida pela Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa), Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), Defesa Civil, Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), Guarda Civil Municipal e Polícia Militar.

Nesta semana, a Secretaria Municipal de Saúde lançou o disque-denúncia para que a população informe sobre casos de aglomerações e descumprimento do decreto. O número é 0800-095-5126. Até o momento já foram realizadas mais de 20 denúncias, principalmente em bares e restaurantes, clínicas de saúde e transporte coletivo.

Os estabelecimentos só podem funcionar entre 06h e 23h, as Igrejas ficam restringidas a receberem apenas 50% da capacidade do público e os eventos sociais só podem ter, no máximo, 100 convidados. As penalidades para quem descumprir o decreto vão desde a autuação e a multa até a interdição e possibilidade de fechamento do estabelecimento. As multas são revertidas em investimentos no combate à pandemia da Covid-19 na cidade.

Veja também:

Compartilhar