Ricardo Coutinho comemora anulação de condenações de Lula: “Salve a liberdade e a recuperação dos direitos plenos do presidente”

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), aliado de primeira hora do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), investigado e preso pela Operação Lava Jato, assim como aconteceu com ele em 2019, que também foi preso pela Operação Calvário por diversas acusações de corrupção, recebimento de propina e desvio de verbas públicas, se manifestou através das redes sociais sobre a decisão do ministro Edson Fachin, que anulou as condenações do petista.

Coutinho sempre considerou arbitrário o julgamento de Lula, cujo processo foi coordenado pelo então juiz Sérgio Moro, como também considera as acusações da Calvário absurdas e injustas. Ele fez questão de ilustrar a postagem com uma foto ao lado do ex-presidente em comemoração à recuperação dos direitos políticos de Lula, que poderá voltar a disputar as eleições de 2022.

Conforme Ricardo Coutinho, a liberdade e a verdade tardam mas não falham. “Salve a liberdade e a recuperação dos direitos plenos do presidente Lula. Essa nunca foi uma questão pessoal nem individual. Desconstruíram o Brasil e jogaram o nosso país na mais grave crise de toda sua história. Semearam ritos ilegais, calçados em absurdas midiatizações, por muitos recantos do Brasil. Chegamos ao fundo do poço e precisamos nos reerguer com democracia, respeito ao Estado de Direito, inclusão social e cuidados com o nosso povo”, escreveu o socialista.

Veja também:

Compartilhar