Corpos de pacientes vítimas de Covid são trocados no Pedro I; secretaria de saúde emite nota

O corpo de um aposentado de 63 anos, que morreu vítima da Covid-19, foi trocado na manhã desta quarta-feira (10) no momento da liberação no Hospital Municipal Pedro I. A informação foi confirmada pela filha de um dos idosos. A informação foi confirmada pela filha do paciente Antônio Pereira de Lima, morador da Vila Cabral de Santa Terezinha, que acabou sendo sepultado em Arara.

Em nota na noite desta quarta-feira (10), a Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande se posicionou hoje (10) à noite com nota de esclarecimentos a respeito do episódio em que um familiar cometeu equívoco, ao fazer o reconhecimento do corpo de uma vítima da covid-19, no Hospital Municipal Pedro I.

A sobrinha do senhor Agostinho Alves dos Santos identificou o senhor Antônio Pereira de Lima como sendo o seu tio. A própria sobrinha assinou o termo de reconhecimento.

A Secretaria de Saúde reforça que o reconhecimento do corpo é um ato extremamente importante e de responsabilidade do familiar.
A Secretaria acredita que a pessoa possa ter cometido o engano, em função do estado de emoção, ao reconhecer o corpo.

Para realizar o procedimento com segurança, a pessoa recebe Equipamentos de Proteção Individual EPIs) e é acompanhada por um supervisor da unidade hospitalar. 

A Secretaria de Saúde informa, ainda, que está tomando todas providências para que os corpos sejam entregues às suas respectivas famílias, para realização do sepultamento. 

Por fim, a Secretaria se solidariza com os familiares e esclarece que vai abrir uma sindicância para apurar possíveis responsabilidades de servidores.

Compartilhar