Vereador é barrado por funcionários da UPA em Campina quando tentava averiguar situação do pronto atendimento

Na manhã desta quinta-feira (11), o vereador campinense Anderson Pila (Podemos) se deslocou até a UPA do Alto Branco, em Campina Grande, para averiguar informações de que a unidade de pronto atendimento estaria ampliando a estrutura do prédio para atender mais casos de Covid-19, (o que foi confirmado hoje (11) pela Secretaria de Saúde de Campina), mas foi barrado por funcionários no local.

Segundo Anderson, ele foi até a unidade para constatar se realmente uma estrutura estava sendo montada para receber pacientes de Covid-19 e ao chegar no local, fez um vídeo onde mostrou que já havia uma preparação que confirmava a informação, mas tentou entrar na UPA para fazer outras observações, foi barrado por um homem que se apresentou como diretor da unidade com o nome de Ronaldo Alvarenga e que é vereador da cidade de Boa Ventura, sertão do estado.

Nos vídeos, é possível ver o vereador tentando entrar no Pronto Atendimento e sendo impedido por Ronaldo Alvarenga e outro funcionário que é cunhado do senador Cássio Cunha Lima.

Após o tumulto, Anderson disse que finalmente conseguiu falar com o diretor da UPA Alto Branco, Luciano Túlio, que o recebeu de forma bastante educada e percorreu todo o interior da Unidade com ele.

VEJA OS VÍDEOS:

https://www.instagram.com/tv/CMSlfG7hQ8f/?igshid=1sivrmh3moyiw

Compartilhar