Paraíba completa um ano do primeiro caso de Covid-19 confirmado no Estado; agora são mais de 241 mil infecções

No dia 18 de março de 2020, já na vigência de decretos com medidas de prevenção à Covid-19 em todo Estado, a Paraíba confirmou o primeiro caso do novo Coronavírus. Tratava-se de um homem de 60 anos, residente no município de João Pessoa, com histórico de viagem para Europa. O paciente foi atendido pela rede privada e se manteve em isolamento domiciliar sem agravamento do estado de saúde.

Um ano depois o Brasil vive, segundo autoridades sanitárias, o pior momento da pandemia e o número de infecções, óbitos e ocupação de leitos indicam isso. Na Paraíba não é diferente, mais de 241 mil casos foram notificados até esta quarta-feira (17) e 5.080 vidas perdidas.

Durante esse período chegamos a falar sobre um suposto ‘novo normal’ com a flexibilização de serviços e atividades, como restaurantes, bares, Igrejas, shoppings e viagens. No segundo semestre de 2020 havia uma sensação de estabilidade da pandemia por parte da população. Mas os efeitos das festas e aglomerações de Natal e Réveillon, do verão, do Carnaval ilegal deste ano, além das novas cepas do Coronavírus, e o desprezo pelas medidas de proteção como uso de máscara e álcool em gel, chegaram e acabaram com essa ideia.

Acesse: Diretora de hospital fala sobre suposto aumento dos casos de Covid-19 em crianças de Campina Grande

A Secretaria de Saúde da Paraíba registra há semanas mais de 1 mil testes positivos e cerca de 40 óbitos diários, batemos recorde no último dia 15 de março com 59 mortes confirmadas em 24 horas. Leitos (adulto, pediátrico e obstétrico) da Grande João Pessoa e do Alto Sertão na casa dos 90% de ocupação. Campina Grande tem 70% e a média estadual chega a 80%.

A vacinação de fato começou, mas em ritmo lento por se tratar de uma pandemia e priorizando, inicialmente, idosos (grupo de risco) e alguns profissionais da linha de frente. No Sistema de Informação do Plano Nacional de Imunização consta a aplicação de 281.623 doses no Estado. Até aqui, 216.061 paraibanos foram vacinados com a primeira dose e 65.562 com a segunda.

Voltamos a adotar medidas mais duras de enfretamento à Covid-19: fechamento de alguns segmentos econômicos e sociais, toque de recolher e fiscalizações com a aplicação de multas para quem desrespeitar as determinações expostas, mais uma vez, em decretos.

Assim, a população aguarda com expectativa a ampliação da vacinação, ação capaz de barrar a disseminação do novo Coronavírus e suas variantes, para que nesta mesma data, em 2021, nossa realidade seja bem diferente.

Redação Paraíba Debate – Gabriel Barbosa

Veja também:

Compartilhar