Preso em Campina Grande matador de facção criminosa do Rio Grande do Norte considerado ‘altamente perigoso’

Um homem de 40 anos, apontado como matador de uma fação criminosa instalada no Rio Grande do Norte, foi preso nesta quarta-feira (17) em Campina Grande. Ele estava em uma casa no bairro da Prata quando foi detido por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Ele responde a cinco processos judiciais.

O mandado de prisão definitiva em desfavor do foragido foi expedido pela comarca de Nísia Floresta. Ele já foi condenado a 29 anos de reclusão por homicídio. Em uma abordagem policial no Rio Grande do Norte, o homem foi flagrado com uma lista de nomes de pessoas que seriam mortas pela facção a qual pertence.

“É um sujeito extremamente perigoso e muito procurado pelas polícias do Rio Grande do Norte. Inclusive, em outra investida da polícia na casa dele, naquele Estado, os policiais encontraram uma farda da Polícia Militar com o nome de um Cabo da PM, assassinado em São Gonçalo do Amarante”, disse o delegado Diego Beltrão.

Devido à sua periculosidade, o homem já passou um período no presídio federal de Mossoró, como forma de punição pelas ações que ele e seu grupo praticaram naquele Estado.

Veja tambem:

Compartilhar