Fiocruz recomenda lockdown para reduzir aumento dos casos de Covid na Paraíba

Um boletim sobre a Covid-19 foi elaborado por pesquisadores da Fiocruz e divulgado ontem (23). Os dados alertam que todos os estados, à exceção de Amazonas e Roraima, estão com mais de 80% dos leitos ocupados. A instituição recomenda que os estados que se encontram em “alerta crítico” como é o caso da Paraíba, adotem medidas de bloqueio ou lockdown, restringindo atividades não essenciais por cerca de 14 dias.

A Paraíba se encontra com 83% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 adultos ocupados. Dentre as capitais, João Pessoa é a oitava capital com maior ocupação dos leitos de UTI (93%).

Diante deste quadro, a Fiocruz sugere medidas de bloqueio ou lockdown, com restrição das atividades não essenciais por cerca de 14 dias, tempo que segundo a Fundação é o mínimo necessário para redução significativa das taxas de transmissão e número de casos e redução das pressões sobre o sistema de saúde.

Confira o boletim completo: https://agencia.fiocruz.br/sites/agencia.fiocruz.br/files/u34/boletim_extraordinario_2021-marco-23-red-red.pdf

Compartilhar