Novo decreto vai estabelecer o que pode funcionar durante feriados antecipados na Paraíba

Após a publicação da Medida Provisória (MP) que fará com que seja feriado durante toda a semana que vem na Paraíba, o Governo do Estado deve publicar um novo decreto até esta sexta-feira (26), desta vez estabelecendo o funcionamento das atividades econômicas e sociais durante este período, informou procurador-geral do Estado, Fábio Andrade.

A MP publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (25), destaca que a antecipação dos feriados não se aplica às unidades de saúde, segurança pública, administração penitenciária, socioeducativa, assistência social e serviço funerário, além de outras atividades definidas como essenciais ou com funcionamento permitido por meio de decreto estadual. O texto não define, porém, que outras atividades seriam estas.

A medida prevê que o dia 29 de março será, excepcionalmente, feriado no Estado. O feriado do dia 21 de abril (Tiradentes) será antecipado para o dia 30 de março; o de 3 de junho (Corpus Christi) para o dia 31 de março; e de 5 de agosto (fundação da Paraíba) para o dia 1 de abril. No dia 2 de abril já seria feriado por causa da Sexta-feira da Paixão.

O governador João Azevêdo (Cidadania) e o secretários de Saúde do Estado entendem que a antecipação dos feriados vai aumentar a taxa de isolamento na Paraíba, principalmente em municípios com maiores casos e óbitos por Covid-19, como João Pessoa e Região Metropolitana, Campina Grande e o Sertão.

Veja também:

Compartilhar