Anísio Maia diz que 80% do PT paraibano rejeita retorno de Ricardo Coutinho ao partido

A informação recorrente de que o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) estaria articulando com o Diretório Nacional seu retorno ao Partido dos Trabalhadores (PT) da Paraíba já é pauta nas rodas de conversas dos filiados à sigla, pois, segundo o deputado estadual Anísio Maia, 80% do partido é contrário ao regresso do ex-petista.

“Infelizmente há uma dissociação da realidade estadual diante da postura e entendimento político nacional, que insiste num processo de amparo ou retribuição pelos gestos do ex-governador, entretanto o contexto estadual aponta graves problemas cometidos pelo líder socialista com provas irrefutáveis contra ele”, declarou o deputado petista, candidato a prefeito de João Pessoa, mas à época sofrendo intervenção nacional para apoiar Ricardo Coutinho.

Anísio assegurou ainda que o entendimento majoritário no partido em nível estadual é de posicionamento contra “a volta do velho Caudilho ao partido onde, quando esteve filiado, só criou muitos problemas, que o Diretório Nacional agora esquece”.

Acesse: Diretor do Pedro I defende tratamento precoce com ‘kit Covid’ em Campina Grande mesmo sem comprovação de eficácia

O parlamentar previu tempos de muitas turbulências, sobretudo depois do empoderamento nacional com a perspectiva de retorno de Lula ao poder, “aliás este aspecto produzirá reações inimagináveis contra o partido por ignorar as graves denúncias comprovadas em relação ao ex-governador”.

“É preciso encarar a situação do ex-governador dentro da realidade pois é muito grave e o diretório nacional insiste erradamente em não considerar e até entendê-lo no mesmo nível do processo de Lula, o que se configura em grave erro de leitura porque uma situação não tem nada a ver com a outra, no caso paraibano há provas robustas contra o ex-governador e isso pode respingar muito forte na candidatura de Lula”, declarou.

Veja também:

Compartilhar