João Azevêdo prevê queda nos casos de Covid-19, flexibilização de atividades nos próximos dias e medidas para aquecer a economia

O governador João Azevêdo (Cidadania) informou nesta segunda-feira (29) que na próxima segunda-feira (5) vai anunciar um pacote com medidas para estimular a retomada do crescimento da economia e da geração de empregos na Paraíba, mesmo em meio à pandemia da Covid-19. Ele também falou sobre a antecipação dos feriados no Estado.

“Não é um lockdown, as pessoas não estão impedidas de sair de casa. Precisamos que esta semana tenhamos uma redução de casos. Essa paralisação esta semana vai fazer com que tenhamos uma redução de casos, e aí sim vamos ter melhores condições de enfrentar à Covid-19, para que a partir da próxima semana nós tenhamos condições de voltar as nossas atividades ampliando um pouco mais e liberando mais um pouco mais”, disse.

O governador esclareceu que o cumprimento das medidas está sendo fiscalizado por órgãos estaduais e municipais, como Procons estadual e municipais, guardas estadual e municipais, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Agevisa.

Acesse: Diretor do Pedro I defende tratamento precoce com ‘kit Covid’ em Campina Grande mesmo sem comprovação de eficácia

Segundo Azevêdo, “neste momento estamos pensando nos pequenos e nos vulneráveis. Isentamos por 90 dias ICMS e as contas de água de março e abril dos estabelecimentos como bares e restaurante. Nós criamos medidas para ampliar a assistência às famílias mais vulneráveis, e estamos fazendo a distribuição de cestas básicas aos alunos da rede estadual de ensino”.

O governador ainda destacou que 25 seguimentos econômicos estão funcionando durante esta semana de feriado prolongado, que são atividades ou serviços considerados essenciais, como redes de abastecimentos que incluem feiras livres, supermercados e padarias, como também agências bancárias e casas lotéricas, além de farmácias e serviços de saúde e segurança.

Veja também:

Compartilhar