“Em três meses de gestão, a prefeita já trabalhou mais do que seu irmão em 8 anos”, diz vereador à irmão de ex-prefeito de Pocinhos

O vereador Gean de Bodé (Avante) fez o uso da palavra durante sessão na Câmara Municipal de Pocinhos nesta segunda-feira (5), para questionar a postura dos parlamentares oposicionistas, especialmente do irmão do ex-prefeito Cláudio Chaves, o vereador líder da oposição Memel Chaves e a vereadora Mônica de Beto.

Gean declarou que em apenas três meses do seu primeiro mandato, a prefeita Eliane Galdino vem dando um show de administração, cumprindo propostas de campanha e indo além nas ações executadas no município. “Em três meses, a prefeita Eliane já trabalhou mais do que seu irmão em oito anos”, disse Gean para Memel.

O vereador da situação criticou o fato da oposição levar queixas ao parlamento de picuinhas e pediu para que eles desmanchem o palanque. “Não tragam picuinhas para esta Casa, desmanchem o palanque político. Se querem cobrar vacina façam a cobrança ao presidente da República porque a Secretaria de Saúde do Município está realizando um excelente trabalho”.

E continuou: “Nesta gestão a agricultura é valorizada porque a administração sabe da importância para o desenvolvimento local e os cortes de terra estão sendo feitos em tempo hábil com algumas intercorrências devido a necessidade de conserto de alguns equipamentos porque pegamos máquinas sucateadas e só num trator já foram gastos R$ 14 mil, mas o trabalho está sendo realizado como deve e em algumas áreas já está sendo concluído e sem perseguição política como ocorria na gestão passada. Estamos locando para agilizar o trabalho de algumas áreas e todo agricultor tem direito ao seu tempo de trator, uma ação como não se via há oito anos. Agora eu queria saber onde estava o vereador naquela época para cobrar os cortes de terra no tempo certo e para todos”.

O parlamentar citou entre as picuinhas da oposição, as críticas à distribuição de peixes da Semana Santa. “Este ano foi realizada a distribuição para mais de 5 mil famílias e pelo fato de algumas pessoas terem relatado que receberam peixes impróprios para consumo, foi determinada uma nova distribuição para todos porque essa é uma gestão de compromisso, mas eu gostaria de saber onde estava a empatia de vocês para cobrar corte de terra e distribuição de peixes na gestão passada que precisava de apoio da Policia porque contemplavam poucas famílias e teve peixe impróprio para o consumo, mas vocês não cobraram”.

Gean de Bodé destacou que na gestão de maquiagem do irmão de Memel Chaves, as estradas não eram cuidadas e somente perto das eleições, eles arranharam a máquina em alguns trechos. “O senhor era vereador e não cobrou nada disso, onde estava o senhor e a vereadora Mônica de Beto que não viam a situação? Onde estava e empatia de vocês? Estavam com amnésia ou não moravam em Pocinhos?”

Compartilhar