Recém-nascido encontrado em caixa de papelão em Campina Grande permanece internado e será encaminhado para abrigo após exames

O recém-nascido que foi abandonado na última terça-feira (6), em uma caixa de papelão, no bairro das Malvinas, em Campina Grande, segue internado no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea). Nesta quarta-feira (7), o estado de saúde da criança é considerado estável. O bebê segue sendo acompanhado no berçário intermediário da instituição.

Após os exames, o bebê será encaminhado para o lar abrigo da Vara da Infância e Juventude de Campina Grande, por meio do Serviço Social da Maternidade, um processo será iniciado sobre a guarda da criança, que poderá ir para adoção. 

Acesse: Manifestantes realizam ato contra Bolsonaro e por mais vacinas em frente ao Pedro I e na Secretaria Municipal de Saúde, em Campina Grande

O bebê foi encontrado na tarde da terça-feira. Os moradores acionaram equipes da Polícia Militar, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Conselho Tutelar, que ao chegarem no local, encontraram o recém-nascido com o cordão umbilical e sujo de sangue.

Em contato com a Polícia Civil, até o início da tarde desta quarta-feira (7), a mãe do bebê não foi encontrada. O caso segue sendo investigado. 

Veja também:

Compartilhar