João Azevêdo revela estudos para retorno das aulas presenciais na Paraíba e definições ficam para próxima semana

O governador João Azevêdo (Cidadania) informou, nesta sexta-feira (9), que estudos para viabilizar o retorno das aulas presenciais dos Ensinos Fundamental II e Médio na Paraíba estão sendo realizados. Ele afirmou que duas faixas apresentam bons resultados na questão do ensino remoto em meio à pandemia da Covid-19.

Azevêdo ainda lembrou que há uma diferença para os Ensinos Infantil e Fundamental I, em que a tentativa de prender atenção de uma criança em frente a algum dispositivo online que reproduza as aulas é bem mais complicado.

“Por isso nós autorizamos o ensino híbrido para essa faixa etária. Essa tentativa com alunos do infantil, ou de uma creche, é muito mais difícil. O ensino a distância é muito difícil para essas faixas etárias”, declarou.

Em compensação, segundo o governador, é preciso que seja estudada muito profundamente a volta do Ensino Fundamental, que atinge, só em escolas privadas, um total de mais de 100 mil alunos no Estado.

“É preciso analisar, porque precisamos oferecer o mínimo de segurança a alunos, professores e também aos pais. Porém, é preciso que a gente proporcione o direito aos pais de visitarem as escolas e analisarem se há segurança para o retorno dos seus filhos. Caso isso não seja identificado, é preciso que o aluno tenha direito ao ensino a distância. Mas, estamos analisando tudo e, na próxima semana, devemos estar trazendo alguma novidade para esses alunos”, pontuou.

Veja também:

Compartilhar