Vereador Paulinho Rocha apresenta requerimentos solicitando melhorias na infraestrutura de bairros de Pocinhos

O vereador Paulinho Rocha (Avante) protocolou quatro requerimentos na 9ª sessão da atual legislatura da Câmara Municipal de Pocinhos, quatro requerimentos solicitando melhorias em bairros afetados pelo descaso da antiga gestão em relação à infraestrutura da cidade. Os requerimentos foram aprovados pelos vereadores e serão encaminhados ao executivo.

Integrante da bancada de situação, o vereador acredita na sensibilidade da prefeita Eliane Galdino que em pouco tempo de administração pública já tem realizado várias ações em prol de muitos bairros. “Nós sabemos que não dá para resolver de uma vez todos os problemas que se acumulavam por anos em Pocinhos, mas como já como a gestão atual está trabalhando muito e com a mão na massa, vamos solicitando algumas demandas mais urgentes para que sejam atendidas”, disse.

Em dois requerimentos, Paulinho pede para que a administração municipal canalize da rede de esgoto dos bairros de Bela Vista e Santa Terezinha, que já possuem água encanada, mas os moradores sofrem com esgoto a céu aberto.

De acordo com os requerimentos, nos locais são utilizadas fossas que podem contaminar o lençol freático, situação que aumenta o perigo de contaminação do ambiente, além de exalarem forte mau cheiro e serem potenciais transmissores de doenças.

Outro requerimento solicita a limpeza de resíduos e a instalaçao de caçambas de coleta de lixo e entulho nas ruas Maria Lindalva Guedes e Belísio Januário Pereira no bairro de Nova Brasília e Fausto Batista Guimarães no Bairro Antonio Rodrigues em atendimento aos pedidos dos moradores das localidades. “O lixo que se espalha na estrada dificulta a passagem de veículos e de pedestres e provoca mau cheiro e proliferação de animais transmissores de doenças e peçonhentos”.

Em seu quarto requerimento protocolado na última sessão, Paulinho requer um estudo para a construção de uma ponte para no sentido dos bairros de Cacimba Nova e Cruzeiro até o Centro e o Bairro do Mercado, porque com as chuvas o açude sangra e impossibilita o trânsito de de veículos e transtornos à população.

Compartilhar