Julian Lemos diz que Romero não fez nada de relevante como prefeito de Campina Grande e rejeita apoiá-lo em 2022: “Não me encanta como líder”

O deputado federal Julian Lemos (PSL) afirmou nesta sexta-feira (30) que não vê o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), como governador da Paraíba. Ele avaliou que Romero, enquanto prefeito, não fez nada relevante e quis passar uma imagem de amigo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que não existe.

“Ele simplesmente quis mostrar essa influência toda de grande amigo do presidente, que na realidade ele veio tem uma liga com Bolsonaro na minha casa, quando eu fiz um almoço”, revelou.

Julian disse ainda que não enxerga Romero como líder e acredita que ele não faria uma grande gestão pela Paraíba. “Ele não me encanta como líder. Eu diria que Cássio Cunha Lima é um líder ainda, Ricardo Coutinho foi um líder, Bolsonaro é um líder. Eu estou falando de uma leitura pessoal”, argumentou.

De acordo com o parlamentar, é possível perceber, por parte do governador João Azevêdo (Cidadania), um esforço, embora veja “lentidão em relação à segurança pública”. Ele Também disse que, em um possível apoio a Azevêdo, ele teria que ter um espaço para ajudar na pauta da segurança pública do Estado.

Veja também:

Compartilhar