POCINHOS: Justiça torna inelegíveis por 8 anos, Cláudio, Maísa, Emmanoel e Márcio Guimarães

A Justiça tornou inelegíveis através de sentença nesta quinta-feira (6), o ex-prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves (PTB), a ex vice-prefeita Maísa Souto (PMB) e os candidatos a prefeito e vice do município no último pleito, Emmanoel Pereira (PDT) e o Márcio Guimarães (PROS), além de aplicar uma multa superior a R$ 30 mil.

Os advogados da Coligação Por uma Pocinhos Melhor e Mais Justa, Alanna Djanna Matias e o atual procurador de Pocinhos, Moacir Amorim, ingressaram no ano passado com uma Ação de Investigação Eleitoral por Abuso de Poder Econômico e Político (AIJE), mostrando que os prédios públicos municipais foram pintados com as cores da campanha.

A ação inicialmente julgada com uma multa de R$ 80 mil contra o ex gestor, foi revista e na sentença de mérito foi aplicada multa de R$31.923,00 para cada um deles.

Além de pintar de forma indevida os prédios nas cores azul e vermelha, que eram da campanha do candidato Emmanoel Pereira, a coligação do aliado do ex-prefeito de Pocinhos cometeu várias irregularidades, desafiando a legislação eleitoral.

Confira a sentença:

Compartilhar