Decreto municipal será mais restritivo do que o estadual e setor de eventos de Campina Grande entra na mira

O novo decreto que a Prefeitura de Campina Grande publicará nesta sexta-feira (14), de acordo com o prefeito Bruno Cunha Lima (PSD), será mais restritivo no combate à Covid-19. O objetivo é frear o crescimento no número de casos e de internações na cidade, especialmente no Hospital Pedro I.

Segundo Bruno, a fiscalização será intensificada e ocorrerá redução na capacidade máxima de pessoas permitidas em eventos. “Será mais restritivo do que o do próprio governo, pois, atualmente, os eventos realizados no Estado permitem a ocupação de 30% dos locais de eventos. Já em Campina Grande é possível que os eventos fiquem limitados a um público máximo de 80 a 100 pessoas. Além disso haverá reforço na fiscalização, pois, a cada dia, cresce o número de denúncias referentes ao registros de aglomerações”, afirmou.

Ele alertou, contudo, que a responsabilidade sobre o controle da doença não deve ser apenas jogada sobre as costas dos governantes, pois cada cidadão deve dar o seu apoio na luta contra a Covid, que já matou 430 mil pessoas em todo o Brasil.

“O principal fiscal, na verdade, é a consciência de cada um”, destacou Bruno, renovando o seu apelo para que todos possam colaborar, evitando as aglomerações, usando máscaras, tendo cuidado com a higiene e fazendo uso de outras medidas capazes de evitar a expansão da doença em Campina Grande.

Veja também:

Compartilhar