COSEMS-PB em articulação com CONASEMS consegue doses de Coronavac que faltavam para fechamento do esquema vacinal da Paraíba

Após quatro dias intensivos de diálogo para a obtenção das vacinas Coronavac/Butantan, a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, com o apoio incessante do presidente do CONASEMS, Willames Freire em Brasília, conseguiram a liberação de 65.200 doses de Coronavac para Paraíba, nesta pauta do Ministério da Saúde, sendo a Paraíba o estado que terá o maior quantitativo de doses da região nordeste nessa remessa.

Estas vacinas serão destinadas as segundas doses que faltavam para cumprir o esquema vacinal dos usuários em todo o estado da Paraíba, em conformidade com levantamento feito junto ao municípios.

A informação foi confirmada na tarde deste sábado (15) pela presidente do COSEMS, gerando grande alívio aos secretários municipais, que agradeceram por toda mobilização e esforço desprendido por ela. Foram diversos depoimentos emocionais dos gestores municipais de saúde que reconheceram o esforço do COSEMS e CONASEMS em trazer essas doses para Paraíba, pois enfrentam na linha de frente os mais diversos desafios na operacionalização dessa campanha de vacina.
“São vidas que serão salvas, famílias que não perderão entes queridos. Eu fico extremamente emocionada com esses desafios que nos são dados todos os dias. Não desisti por saber que não estou sozinha no meu município. É extremamente satisfatório saber que cada um está fazendo e dando o melhor. Eu agradeço pelas vidas que serão salvas por sua luta e de sua equipe. Muito obrigada”, disse a gestora de saúde de Massaranduba, Andreza Veruska, a presidente do COSEMS-PB.

De acordo com Soraya, o Ministério da Saude estará enviando essas vacinas amanhã para a secretaria de estado da saúde que fará a distribuição para todos os municípios.

Soraya Galdino se articulou de forma incansável para defender o envio dessas vacinas neste momento, pois de acordo com o Ministério da Saúde este será o último envio de Coronavac neste mês. “Estou exausta, mas aliviada porque sei da angústia e preocupação das pessoas em não receber sua segunda dose podendo comprometer sua imunização, como também a angústia dos secretários de saúde para cumprir o esquema vacinal de seus munícipes, assim essas doses vem para garantir todas as D2 em atraso no estado.

Compartilhar