Hospital de Clínicas registra 900 altas médicas e marca é celebrada com saída de pacientes que se tornaram amigos na unidade

A alta médica de número 900 no Hospital de Clínicas, em Campina Grande, foi registrada na tarde dessa terça-feira (18). Marcando o dado, uma história de amizade que foi construída em meio a dias difíceis e incertos provocados pela pandemia.

Vilson Bezerra dos Santos, de 39 anos, da cidade de Monteiro, no cariri paraibano e Flávio da Silva Moura, de 42 anos, natural de Campina Grande, se conheceram no hospital e compartilharam juntos a experiência de estar internados e vencer a Covid-19. “Um era o apoio que o outro necessitava nos dias longe de casa, longe da família”, revelou Flávio.

Visivelmente emocionados e recuperados, eles receberam alta no mesmo dia e decidiram sair juntos após o período de hospitalização.

De acordo com o diretor-geral do HC, todas os 900 pacientes são de casos graves da doença, que puderam voltar para casa recuperados da Covid-19. “Esse número mostra a importância, a eficiência, e o comprometimento da equipe do hospital com cada paciente que entra na unidade esperançoso pela recuperação. Não é a toa que somos referência no tratamento da Covid-19”, disse.

O Hospital de Clínicas possui 113 leitos exclusivos para pacientes Covid-19, sendo 60 leitos de UTI, 40 de enfermaria e 13 leitos de Unidade de Decisão Clínica (semi-intensiva).

Segundo o último boletim, o Hospital das Clínicas estava com 102 pacientes internados, sendo todos os 60 leitos de UTI da unidade ocupados.

Compartilhar