Médico se nega a atender bebê de dois meses em Guarabira; família constrangida denuncia o caso

Um médico pediatra do Hospital Regional de Guarabira, no Brejo paraibano, se negou a prestar atendimento a um bebê de apenas dois meses de idade que procurou aquela unidade de saúde na noite de terça-feira (18).

De acordo com o pai da criança, o radialista Léo Ferreira, residente na cidade de Lagoa de Dentro, ele precisou levar a criança ao médico às pressas, com muita secreção e precisado de atendimento urgente, mas o médico plantonista se negou a atender a criança alegando que a mesma apresentava sintomas gripais e que poderia se tratar de Covid-19.

Ainda segundo Léo, ele chegou a apresentar exames negativos para Covid-19 dele, da esposa e da criança, mas nem isso fez com que o médico atendesse a criança.

Em um determinado momento da situação, Léo disse que chamou a Polícia Militar e o Conselho Tutelar de Guarabira para fazer o registro do episódio, mas apenas a PM compareceu.

Após todo o transtorno e constrangimento sofrido, o radialista levou sua criança para a Unidade de Pronto Atendimento, onde enfim conseguiu o atendimento.

Com Folha do Brejo

Veja também:

Compartilhar