Secretário de Saúde de João Pessoa será convocado pela CPI da Covid

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, será convocado pela Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, segundo informou o senador Omar Aziz (PSD-AM). O presidente da CPI disse que dele deve ser convocado a prestar depoimento por causa das declarações de que deu dizendo que “a CPI é ridícula, totalmente desnecessária” e “não serve para nada”.

Em uma live promovida pela Secretaria de Saúde do município com a participação do ministro da Saúde, paraibano Marcelo Queiroga, o secretário Fábio Rocha criticou os senadores que integram a CPI da Covid-19, a quem chamou de “palhaços institucionalizados”. As declarações chegaram até o presidente da comissão, gerando insatisfação.

O presidente da CPI informou à jornalista paraibana Sony Lacerda, que haverá uma reunião às 10h, neste domingo (23), com o senadores Randolfe Rodrigues (vice-presidente) e Renan Calheiros (relator da CPI) para discutir sobre a possibilidade de se elaborar um relatório dos primeiros 30 dias de atuação da comissão, instalada no dia 27 de abril, em virtude de contradições em depoimentos – leia-se o de Fábio Wajngarten (ex-Secom), Ernesto Araújo (ex Relações Exteriores) e o do general Eduardo Pazuello (ex-ministro da Saúde). Esse último deve ser reconvocado na próxima quarta-feira (26).

Sobre a convocação dos governadores, para deporem à CPI, Omar Aziz disse que o do Amazonas, Wilson Lima (PSC), com certeza já está previsto. O presidente da CPI é senador pelo Amazonas e acompanhou de perto a crise da falta de oxigênio que provocou a morte de pacientes com Covid-19 devido ao desabastecimento, além da demora na ajuda pelo Governo Federal.

Ele disse que é natural as tentativas dos membros governistas em defender o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, por vezes tentar tumultuar o andamento dos trabalhos. “A CPI é muito dualista. O que nós temos que fazer é tentar administrar para evitar que descambe para a baixaria, para a agressão, que acontece de vez em quando e a gente tem que intervir”, ressaltou.

Aziz aproveitou para agradecer à Paraíba por ter recebido dezenas de pacientes vindos de Manaus, durante a crise de oxigênio e Manaus. “Tinha um grande amigo que era o [José] Maranhão, que infelizmente faleceu [de Covid]. O cara era gente boa demais. A Paraíba está muito bem representada. Assumiu a mãe do senador Veneziano Vital do Rêgo, a Nilda Gondim. E tem a senadora Daniella Ribeiro, que é uma mulher muito aguerrida”.

Fonte: Sony Lacerda

Compartilhar