Filho pede para bandidos não matarem a mãe que foi executada em triplo homicídio na Paraíba

Um triplo homicídio foi registrado na madrugada desta terça-feira (25), na comunidade do S, no Roger, em João Pessoa. Dois homens arrombaram a porta do quarto onde o casal estava com mais três filhos e matou a mãe e o padrasto das crianças, um dos filhos chegou a pedir que os suspeitos não fizessem aquilo, mas foi em vão.

A terceira vítima foi um vizinho que ouviu os tiros e saiu correndo, foi baleado e morreu no local. Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da TV Arapuan, o delegado Paulo Josafá, explicou que o alvo era o casal e que a terceira pessoa foi morta por queima de arquivo. Ele contou também que ordem para os homicídios partiu dentro de um presídio da Capital.

A mãe da vítima contou que já havia pago uma dívida de drogas de R$ 7 mil da filha. A mulher morta tinha quatro filhos, um estava com a avó e os outros três com a mãe e o padrasto. O delegado também contou que as crianças já tinham visto o pai ser assassinado em outra situação, algum tempo atrás.

A polícia deve investigar o caso e, até a publicação desta matéria, ninguém foi preso.

Fonte: ClickPB

Compartilhar