Pedro I bate recorde diário no atendimento de pacientes com Covid-19 em Campina Grande e ganha novos leitos

O diretor do Hospital Municipal Pedro I, em Campina Grande, Tito Lívio, detalhou o atual quadro de ocupação de leitos Covid na unidade e disse que, nas últimas 24 horas, foram realizados 558 atendimentos, o que significa um recorde desde o início da pandemia. De acordo com Tito, 31 pacientes infectados pelo novo Coronavírus foram trazidos para a unidade através da Central Estadual de Regulação de Leitos. Os pacientes vieram do Sertão.

Atualmente, o hospital está com 60% dos leitos de UTI ocupados e 103% dos leitos de enfermaria. O diretor ressaltou, em entrevista a uma emissora de rádio nesta quarta-feira (26), a necessidade de ampliação dos leitos de enfermaria, apesar do elevado número diário de altas hospitalares.

“Apesar da nossa rotatividade de leitos de enfermaria ser bem alta, a gente está vendo uma necessidade de ampliação dos leitos de enfermaria”, disse.

Com aumento nos casos de Covid-19 no município e na região, o prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) anunciou, no início da noite de terça-feira (25), que Campina Grande passa a contar com 24 novos leitos exclusivos para tratamento da doença.

Dos atuais 90 leitos Covid, o setor de enfermaria do Pedro I passará a contar com 105. Já o Hospital Antônio Targino, da rede privada, terá mais nove leitos SUS/Covid, sendo cinco de enfermaria e outros quatro para a UTI. “O desafio de enfrentar a pandemia nos leva a tomar esta providencial medida”, comentou o prefeito, numa gravação para as redes sociais.

Veja também:

Compartilhar