Estado não errou na distribuição de vacinas na Paraíba, segundo auditoria da CGU

A distribuição de vacinas contra a covid-19, na Paraíba, já foi por várias vários oportunidades motivo de polêmica e questionamentos quanto ao número de doses distribuídas para os municípios paraibanos. O tema fez o Ministério Público solicitar uma auditoria à Controladoria Geral da União (CGU) para identificar se teria havido divergências entre as doses enviadas ao Estado e a distribuição dos imunizantes para as cidades.

As suspeitas eram de que o município de Campina Grande tivesse recebido 3.489 doses a menos. Mas a conclusão, após a inspeção, é que não houve erro na distribuição. A Secretaria Estadual de Saúde cumpriu o Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

Os números e dados analisados pela auditoria levaram em consideração as doses enviadas até 14 de abril deste ano.

O trabalho da CGU é um desfecho sobre as ‘disputas discursivas’ registradas no Estado ao longo da vacinação.

Fonte: Jornal da Paraíba

Compartilhar