Hospital de Clínicas atendeu 411 pacientes com Covid-19 em maio, a maioria de Campina Grande, Esperança e Pocinhos

O Hospital de Clínicas, em Campina Grande, registrou no último mês de maio o atendimento de mais de 400 pacientes com a Covid-19. O período teve a maior taxa de ocupação da unidade desde o início do funcionamento em julho 2020.

Enquanto o mês de abril teve 315 regulações, o mês de maio apresentou 411, com índice de recuperação superior a 80%. Desse total, 332 pacientes ficaram internados, sendo 64% pacientes do sexo masculino. Os dados estão disponíveis no relatório elaborado pelo Núcleo Hospitalar de Vigilância Epidemiológica.

Em relação à faixa etária dos hospitalizados, a maioria são pacientes entre 40 e 59 anos de idade. Também foi verificado um maior número de atendimentos a pacientes de outros municípios. A lista é liderada por Campina Grande, com 78 pacientes, em segundo lugar vem Esperança, com 41, Pocinhos, com 17, Monteiro, com 16 e Picuí, com 11 pacientes.

Acesse: Ministério Público quer proibição de fogueiras e fogos de artifício em Campina Grande

Mesmo com uma taxa mais alta de ocupação, por outro lado a unidade apresentou melhor desempenho de altas médicas. Foram 238 em maio, enquanto em abril, foram 165. O mês de maio ainda teve o registro da milésima alta do hospital.

“Os dados são o reflexo das medidas adotadas pela unidade no tratamento dos pacientes. Nossa maior missão é salvar vidas, e temos nos esforçado diariamente para isso”, disse Jhony Bezerra, diretor do Hospital de Clínicas.

Veja também:

Compartilhar