Novo decreto será discutido a partir do dia 16 e levará em consideração fator de transmissibilidade da Covid, avisa João Azevêdo

O governador João Azevêdo (Cidadania) disse nesta quinta-feira (10) que um novo decreto, com medidas de combate à Covid-19, deverá ser estudado pela gestão estadual a partir do dia 16 deste mês, tendo em vista que o último documento editado e publicado dia 2 pelo Governo da Paraíba tem validade até o dia 18 de junho.

Ele avaliou que será levado em consideração para elaboração do novo documento não apenas a taxa de ocupação de leitos Covid-19 na rede pública estadual, mas também o fator de transmissibilidade da doença, causada pelo Coronavírus, entre a população paraibana.

“O decreto vigente hoje vai até o dia 18. Quando chegarmos no dia 16, iremos analisar os números, os dados, para tomar uma decisão baseada nisso. Muitas vezes se olha apenas a taxa de ocupação de leitos e essa não é uma leitura correta, até porque uma pandemia gera um impacto na mobilidade urbana das pessoas. Você tem a taxa de ocupação de leitos, mas também tem o fator ‘R’, que é o fator de transmissibilidade. Quando ele está muito alto, é preciso reduzir a mobilidade urbana. Ou seja, são diversos fatores que você tem que levar em consideração, e esses fatores serão analisados nos dias 16 e 17, em reunião, para saber como será o decreto após o dia 18”, disse à Rádio Correio FM.

Veja também:

Compartilhar