Farra dos combustíveis na gestão de Cláudio Chaves revelava descompromisso com população de Pocinhos

Em quase seis meses de administração a prefeita de Pocinhos Eliane Galdino reduziu os gastos com combustíveis pela metade. A economia de quase R$ 400 mil reais evidencia a situação gritante de descontrole das contas e desrespeito com interesses públicos da gestão do ex-prefeito Cláudio Chaves. A verdadeira farra dos combustíveis que havia se instalado vergonhosamente na Prefeitura e se estendeu por oito anos, beneficiava vereadores, cabos eleitorais e apadrinhados do prefeito.

Para ser ter uma ideia, na administração de Cláudio Chaves, no primeiro semestre de 2020 foram gastos R$ 685 mil somente com o abastecimento de carros pelo município, enquanto Eliane Galdino reduziu o gasto do município com combustível para o valor para R$ 346 mil. A expectativa é de que até o final do ano a atual gestão tenha conquistado uma economia em torno de R$ 1 milhão.

Para obter este resultado, a Prefeitura de Pocinhos só precisou cumprir com o que determina a lei, agindo diferente da antiga gestão. “Ao assumirmos a Prefeitura nós instituímos uma ordem para que o que o antigo gestor fazia não se repetisse. Através de controle e planejamento abastecemos toda a nossa frota que realmente precisa estar rodando para o serviço público, com esse cuidado com o dinheiro público que não pode e nem deve servir a interesses particulares”, disse a prefeita.

Compartilhar