Novo decreto começa a ser discutido nesta quarta-feira (16) e Geraldo Medeiros opina: “Não é momento para flexibilização”

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, falou na manhã desta quarta-feira (16) sobre a atualização do decreto estadual com medidas de combate e prevenção à Covid-19. As novas recomendações devem ser publicadas até a próxima sexta-feira (18), dia em que o último decreto do dia 3 perde a validade. Para Geraldo, não é momento de flexibilizar atividades e segmentos.

O atual decreto fecha bares, restaurantes e igrejas nos finais de semana e limita a atuação desses estabelecimentos durante a semana e fecha as academias durante todo o período como forma de barrar a propagação do vírus.

“Nós temos mais de dois mil paraibanos adoecendo diariamente. Nos últimos três meses mil óbitos em decorrência da Covid-19. Estamos com uma média de 35 mortes por dia. São números elevados, num patamar elevado mesmo com esse decreto ocasionando uma diminuição no número de leitos ocupados de UTI adulto. Não é momento para flexibilização na minha ótica”, afirmou o médico.

Na tarde desta quarta-feira, a partir de 17h, o governado João Azevêdo (Cidadania) e o corpo técnico da Secretaria Estadual de Saúde estarão reunidos para discutir, item a item, quais as medidas que serão adotadas a partir do dia 18 de junho.

Veja também:

Compartilhar