Após aglomerações e festas juninas, secretários preveem aumento dos casos de Covid-19 a partir do dia 12 de julho

“Não há segredo, nós teremos a partir de 12 de julho um incremento no número de casos e paraibanos vão adoecer porque infelizmente teve gente que não respeitou as recomendações”. A declaração é do secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, durante entrevista a Arapuan FM, nesta segunda-feira (28).

“As informações e imagens que nós temos só mostram que aquelas orientações das autoridades sanitárias do Estado não foram respeitadas por uma parte da população. Houve um fluxo elevado de paraibanos migrando para cidades menores, chácaras, granjas, em reuniões com bebidas cantando e emitindo uma alta carga viral”, revelou.

O secretário Executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, também revelou preocupação com os próximos dias de combate à Covid-19, após os festejos juninos. Segundo ele, apesar dos alertas, as pessoas têm feito festas, o que vai elevar a disseminação da doença. “Uns 100 números de festas sendo organizadas. Estou muito preocupado com os dias que virão, muito, muito preocupado. Tomara que eu esteja errado”, disse.

Dados da pandemia da Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, até domingo (27), 2.098 casos da Covid-19. 85 (4%) foram casos de pacientes hospitalizados e 2.013 (96%) leves. Agora, a Paraíba totaliza 391.811 infectados pelo vírus, que estão distribuídos por todos os 223 municípios.

Também foram confirmados 16 novos. As mortes confirmados neste boletim aconteceram entre os dias 31 de maio e 27 de junho de 2021.

Veja também:

Compartilhar