Polícia descarta homicídio de homem que foi encontrado morto dentro de apartamento em João Pessoa; namorado foi liberado

A Delegacia de Homicídios de João Pessoa descartou, inicialmente, a hipótese do vendedor Adriano Moura, que foi encontrado morto na manhã de hoje (28) dentro de um apartamento no bairro José Américo, ter sido vítima de homicídio.

A perícia feita dentro do apartamento descartou que no local teria havido alguma discussão e que o corpo apontava para um suicídio. Anteriormente, a polícia disse que alguns objetos estavam revirados, mas a perícia não constatou. O namorado da vítima chegou a ser levado a delegacia como suspeito, para prestar esclarecimentos, mas foi ouvido como testemunha e liberado.

Em depoimento, o namorado de Adriano disse que estava em casa, no bairro do Bessa, quando recebeu uma chamada de vídeo do companheiro, alegando que iria se matar. Ele afirmou que chamou um carro por um aplicativo e quando chegou no local, arrombou a porta e já encontrou o namorado sem vida.

O laudo cadavérico deve ficar pronto em até 30 dias e vai esclarecer a causa da morte.

As informações são do Jornalista Hyldinho

VEJA TAMBÉM: Homem é encontrado morto em apartamento e namorado da vítima é detido, na Paraíba

Compartilhar