Corrida organizada por UFPB e Prefeitura de Joao Pessoa reúne mais de 500 pessoas neste domingo

Desde o início da pandemia da Covid-19, em março de 2020, muitos eventos precisaram ser cancelados ou adaptados. Neste domingo, João Pessoa abriu o calendário oficial de competições com a Corrida das Assessorias, que contou com mais de 500 corredores. A atividade é a primeira desde a pandemia e foi realizada na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com organização da Prefeitura de João Pessoa. 

Os corredores puderam optar por dois tipos de percurso, com 5 km ou 10 km. O evento, o primeiro de um longo calendário esportivo lançado pela gestão municipal, serviu como teste para os protocolos de segurança. 

A Prefeitura de João Pessoa realiza até o final de dezembro uma série  de eventos esportivos em esportes como futebol, futsal, natação, canoagem, jiu jitsu, ciclismo, esportes radicais, e-esportes e modalidades de praia. Entre os eventos estão o Grand Fondo João Pessoa, que vai trazer uma das principais provas mundiais de ciclismo para a capital paraibana, e a I Maratona Internacional de João Pessoa.

O evento ganhou o nome de Corrida das Assessorias por ser voltado para os corredores que integram assessorias de corrida, que são grupos organizados com orientação profissional para a prática da atividade.

“Este é um momento de testes, onde estamos criando e estabelecendo protocolos para quem vai correr, estratégias para evitar aglomerações, o monitoramento do uso de máscaras. Ao final podemos verificar o que deu certo e o que precisa melhorar para as próximas atividades”, explicou o prefeito Cícero Lucena.

De acordo com o secretário municipal da Juventude, Esporte e Recreação, Kaio Márcio, a público alvo foi escolhido por já contar com experiência de corrida. ” Este é um pessoal que já corre, que conhecê os protocolos e a ideia é criar essa expertise aqui e levar para os demais eventos. Realmente esperamos fazer muitos eventos com qualidade e toda a segurança”, explicou. 

Um diferencial da Corrida das Assessorias foi a largada em ondas. Neste modelo os competidores largam em blocos e o vencedor é definido a partir do tempo individual, medido por meio de chipes. Outra medida é o uso de máscaras em toda a área do evento, podendo ser retirada apenas após a largada. 

A corredora Joana Medeiros, de 32 anos, aprovou a realização da prova. “Foi tudo muito bem organizado e acho que os outros eventos tem tudo para dar certo. A gente fica feliz de ver as corridas sendo retomadas”, declarou.

Fonte: ClickPB

Compartilhar