Leto Viana e mais oito pessoas acusadas na Operação Xeque-Mate são condenadas pela Justiça

Nove sentenças foram proferidas pela 1ª Vara de Cabedelo no âmbito da Operação Xeque-Mate, incluindo o ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, que foi condenado 6 anos de reclusão em regime inicial semiaberto e e ao pagamento de 30 (trinta) dias-multa. A decisão foi divulgada em primeira mão, com exclusividade, pelo jornalista Clilson Júnior no programa Arapuan Verdade, da rádio Arapuan FM, nesta sexta-feira (27).

Os outros condenados foram: 

Jaqueline Monteiro França, 5 (cinco) anos, 4 (meses) meses de reclusão e 30 (trinta) dias-multa

Lúcio José do Nascimento Araújo, 5 (cinco) anos de reclusão e 25 (vinte e cinco) dias-multa.

Marcos Antônio Silva dos Santos, 5 (cinco) anos e 4 (quatro) meses de reclusão em regime inicial SEMIABERTO e ao pagamento de 30 (trinta) dias-multa.

Inaldo Figeiredo da Silva, 5 (cinco) anos e 4 (quatro) meses de reclusão em regime inicial SEMIABERTO e ao pagamento de 35 (trinta) dias-multa.

Tércio de Figueiredo Dornelas Filho, pena de 5 (cinco) anos e 4 (quatro) meses de reclusão em regime inicial SEMIABERTO e ao pagamento de 30 (trinta) dias-multa.

Antonio Bezerra do Vale Filho, pena de 5 (cinco) anos e 4(quatro) meses de reclusão em regime inicial SEMIABERTO e ao pagamento de 30 (trinta) dias-multa.

Adeildo Bezerra Duarte, pena de 5 (cinco) anos e 4(quatro) meses de reclusão em regime inicial SEMIABERTO, e ao pagamento de 30 (trinta) dias-multa.

Leila Maria Viana do amaral, pena de 5 (cinco) anos e 4 (quatro) meses de reclusão em regime inicial SEMIABERTO, e ao pagamento de 30 (trinta) dias-multa.

Fonte: ClickPB

Compartilhar