Ricardo Coutinho irá se filiar ao PT no próximo sábado (4)

A filiação do ex-governador Ricardo Coutinho no Partido dos Trabalhadores já tem data marcada: será no próximo sábado (4). Volta à Casa que o projetou politicamente após 18 anos. Em 2000, após as eleições municipais, o ex-socialista sofreu processo de expulsão por infidelidade partidária. Teria votado no candidato do PSTU, ao invés de Luiz Couto do PT.

O curioso é que Couto deixou a base do governador João Azevêdo (Cidadania) para apoiar a então candidatura de Ricardo, pelo PSB, a prefeito de João Pessoa nas eleições do ano passado. Hoje, o ex-governador volta à estrela vermelha de mãos dadas com o ex-deputado federal.

O processo de expulsão se deu no Diretório Municipal e foi referendado pelo Diretório Regional, mas, revertido pelo Diretório Nacional que optou pela suspensão de seus direitos partidários. Em 2003, Ricardo desfiliou-se do PT e ingressou no PSB. 

Agora, Ricardo conta com o apoio do ex-presidente Lula e da deputada federal Gleisi Hoffmann, que comanda a legenda no país. Mas, não é unanimidade internamente.

Ricardo não chega só ao PT. Com ele, virão as deputadas Cida Ramos e Estela Bezerra e a ex-prefeita do Conde Márcia Lucena, todas egressas do PSB. A solenidade de filiação será no Sindicato dos Bancários, na Avenida Beira-Rio, na Capital.

Fonte: Sony Lacerda

Compartilhar