Mãe de acusado de matar menina de 11 anos em João Pessoa diz acreditar que filho cometeu o crime

A mãe do suspeito de matar Anielle Teixeira, de 11 anos, disse acreditar que o filho é o principal acusado de cometer o crime. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (8) pelo capitão Vinícius Henrique, da Polícia Militar, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM. O suspeito teve prisão preventiva decretada pela Polícia Civil da Paraíba.

De acordo com o capitão, a polícia trabalha com hipóteses de envolvimento de mais duas ou três pessoas devido a indícios de luta corporal. “Há informações de que ela teria reagido à situação, pois o corpo dela apresentava algumas lesões compatíveis com uma possível luta”, afirmou.

O caso

No fim de semana, a criança e a família passaram o dia na praia. À noite, a mãe decidiu dormir no quiosque de um conhecido. A ideia era acordar cedo, tomar o banho de mar e retornar para casa como relatou a mãe. 

No entanto, imagens de um circuito interno do quiosque gravaram o momento em que o homem chegou de bicicleta no quiosque na orla da capital e levou a criança. A mãe acredita que a criança tenha sido ameaçada pelo homem. 

Na madrugada de hoje, o corpo da menina foi encontrado em uma área de mato perto das margens do Rio Jaguaribe, no bairro de Miramar, em João Pessoa. Anielle Teixeira desapareceu, às 5h, do domingo (5), de um quiosque na orla marítima de João Pessoa.  Na segunda-feira (6), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa da Capital, que investiga o caso, encontrou roupas sujas de sangue em uma casa. Mas ninguém foi encontrado no local.

Com informações do ClickPB

Compartilhar