Orientação do COSEMS-PB que recomendou continuidade de vacinação de adolescentes é acatada por Ministério Público

Em reunião realizada nesta segunda-feira (20) pelos Ministérios Públicos Estadual e Federal, motivadas por nota orientativa do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-PB), que defende a vacinação de adolescentes, ficou decidido que a partir de amanhã a Paraíba continuará imunizando o público de 12 a 17 anos, com vacina contra Covid-19.

A vacinação deverá ser realizada de forma escalonada, os municípios terão de ter vacinado todos adolescentes com comorbidade, adolescentes privados de liberdade, gestantes e puérperas para então passar para adolescentes sem comorbidade começando entre 16 e 17 anos e descendo de acordo com a oferta de vacina que tiver em cada município.

“Nós entendemos que quanto mais pessoas nós vacinarmos em nosso estado, mais proteção vamos ter contra esse vírus, então com essa visão técnica epidemiológica e sanitarista, nós provocamos essa discussão em nosso estado e o Ministério Público Federal entendeu este posicionamento, nos apoiou e vamos continuar a vacinar os nossos adolescentes em nosso estado a partir de amanhã. A orientação aos gestores será repassada na assembleia de hoje do COSEMS, “, explicou a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino.

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba COSEMS-PB, publicou nota orientativa na semana passada, mantendo o posicionamento já expresso em CIB-PB em defesas da inclusão da vacinação contra COVID-19 para adolescentes de 12 a 17 anos, em ordem decrescente de idade em consonância com o CONASS e do CONASEMS e considera que a imunização dos adolescentes cumpre importante papel na estratégia de controle da pandemia no Brasil.

Compartilhar