Treze em crise acumula mais de 100 processos e dívida que ultrapassa os R$ 15 milhões

A diretoria executiva do Galo da Borborema, na pessoa do presidente, Olavo Rodrigues, expôs na tarde de ontem (24) na sala de imprensa do Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande a triste realidade financeira do clube bem como, apresentação de ideias que tragam recursos para o clube na próxima temporada.

Através do departamento jurídico, o Treze catalogou mais de 103 processos trabalhistas que somam R$ 9 milhões. Nesse mesmo levantamento quando o clube contabiliza despesas como empréstimos, salários em aberto e aluguéis, a dívida passa dos 15 milhões.

Uma outra preocupação da diretoria é o Estádio Presidente Vargas, que está em reforma. O espaço deve permanecer fechado até o fim do mês de Janeiro. A ideia do clube é sediar todos os jogos no local. Sem Copa do Nordeste e sem Campeonato Brasileiro, o Treze tem apenas o Campeonato Estadual pela frente.

Segundo Olavo Rodrigues o time já está sendo montado e a ideia da diretoria é que os atletas possam se apresentar já no dia 15 de Dezembro. A grande dúvida ficou sobre quem deve comandar o Galo Borborema, mas o presidente Alvinegro já existe um nome, que deve ser anunciado hoje (25). “Coube a mim a responsabilidade de reorganizar o Treze. A temporada de 2022 será desafiadora, teremos apenas uma competição para disputar”, disse Olavo.

Fonte: PBAgora

Compartilhar