Caio da Federal diz que vai dar voz de prisão a Julian Lemos; deputado comemora emendas e ranqueamento entre os melhores

Pelas redes sociais, o policial federal Caio da Federal, que já anunciou seu interesse em se candidatar a deputado federal nas próximas eleições, postou em suas redes sociais, um pedido para que as pessoas denunciem o deputado federal Julian Lemos (PSL), caso o vejam armado. As postagens foram acompanhadas com fotos de Julian Lemos, em que ele aparece com uma pistola na cintura e outra, aparentemente contido pelo segurança de um estabelecimento de João Pessoa.

Na primeira postagem, o policial cita que o deputado responde processo na justiça por agressão à sua ex-mulher e que afronta as instituições de segurança e a sociedade paraibana, andando armado sem possuir porte para fazê-lo e com o registro da pistola vencido.

No story, o pré-candidato marcou o deputado Walber Virgulino (Patriotas) que respostou a publicação e ele reforçou o pedido de denúncia através do seu número pelo WhatsApp. Nos demais storys, entre fotos de carros com adesivo de apoio à sua pré-candidatura, ainda houve um seguidor que postou uma montagem com a foto e Caio e Virgulino armados e uma de Julian com a legenda: “deu ruim”.

Noutra em que um internauta marcou Caio e ele repostou, a foto de Julian é seguida por um texto que se refere a ele como traidor e diz que “agora é a vez de Caio da Federal tomar seu lugar, seu traíra”.

Enquanto pelas redes sociais, o pré-candidato e o deputado estadual Virgulino postam fotos de Julian, ele optou por não responder as provocações virtuais, fazendo postagens de suas atividades parlamentares, a exemplo de emendas parlamentares conseguidas por ele, a exemplo do Hospital da FAP em Campina Grande e do seu bom posicionamento no ranking entre os 150 melhores deputado federais.

Mas pelas postagens subjetivas, dá para ver algumas “respostas” indiretas do parlamentar, em que ele cita que: “a ofensa de um tolo é elogio”,

Compartilhar