Vocalista da Matruz com Leite revela abuso sofrido por colega de trabalho da banda

A cantora de forró Larissa Ferreira vocalista da banda Mastruz com Leite fez uma denúncia ontem à noite em suas redes sociais, muito grave. Ela relatou que sofreu abuso sexual por parte de um integrante da banda, enquanto dormia no quarto com o marido na semana passada. O relato foi feito por meio de uma sequência de vídeos publicados nas redes sociais.

Segundo Larissa, na semana passada, ela e o marido convidaram um colega para dormir na casa deles, em Fortaleza, após os três conversarem e beberem cerveja juntos. O casal estava cansado pois havia chegado de uma viagem, de acordo com o relato da artista. O músico se deitou na rede da filha deles no mesmo quarto em que o casal dormiu, e então, durante a madrugada, ela sentiu ter sido tocada e beijada.

A cantora afirma que a primeira reação que teve foi se mexer, mas de uma forma que não acordasse o marido para não causar uma briga dentro de casa. “Eu fiquei de olhos fechados, não fiz alarme só dei um solavanco nele para que se afastasse e ele saiu de perto. Eu sabia que se eu fizesse alarme, o Jean iria matar aquele homem aqui dentro de casa”, disse. Ela não revelou o nome do músico.

A vocalista disse que temeu pela própria vida e da família e demorou cerca de uma semana para revelar o acontecimento ao marido. Ela confessa que passou a tomar remédio para ansiedade e sofreu muito até contar tudo a amigas próximas e ao esposo. “Depois que esse homem saiu do quarto eu fiquei sem saber o que fazer. Se eu contava ou não para o meu marido. Fiquei com crise de ansiedade. Eu não iria ficar bem estando no mesmo ambiente que esse homem. Foi uma semana convivendo com esse homem na banda. Mas eu precisava falar para meu marido. No dia de viajar para o próximo show eu decidi falar para o meu companheiro”, disse.

Larissa aproveitou para fazer um alerta às mulheres para terem cuidado com quem anda em sua casa e disse que entrou em contato com o empresário da banda para tomar as devidas providências.

“Ninguém desconfiava dele, ele era uma pessoa calma, calada, mas o cara foi capaz de fazer isso. Já tomei todas as providências, falei com o empresário da banda. Eu fui assediada dentro da minha casa, ao lado do meu marido. Ninguém tem direito de tocar numa mulher se ela não deixar, se ela não quiser”, desabafa.

A Banda Mastruz com Leite informou que se solidariza com a cantora após ter tomado conhecimento dos relatos de assédio sexual sofrido por ela e que a empresa já está tomando todas as providências quanto ao músico. A empresa reforçou que está dando todo apoio à artista e que repudia toda forma de abuso contra mulheres.

Fonte: G1

Compartilhar