Mulher faz apelo desesperado após agressão de ex-companheiro e Polícia diz que situação está monitorada

Um apelo desesperado feito por Ana Paula Almeida, moradora de Igaracy, no Vale do Piancó, repercutiu intensamente nas redes sociais e chegou ao conhecimento das autoridades policiais da Paraíba. No vídeo em que aparece com machucados no rosto, ela conta que foi agredida pelo ex-companheiro, o agricultor Gilson de Paula Tomaz, que a ameaçou de morte, assim como a um dos filhos, enquanto que a filha de 14 anos foi assediada pelo homem.

“Eu não quero mais ele. Ele me bate, tenta matar meus filhos. Minha gente, eu não aguento mais essa situação e peço ajuda”, desabafou ela na gravação.

A coordenadora das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher da Paraíba, Maria Sileide disse que Ana prestou queixa contra o ex-companheiro na delegacia de Itaporanga na noite de sexta-feira, 13. “Fizemos contato com a equipe local, assim que tivemos notícia do fato e fomos informadas que ela já recebera atendimento na delegacia desde a madrugada e que foram solicitados medidas protetivas em favor dela, as quais ainda na manhã de ontem, foram encaminhadas ao Poder Judiciário. Como coordenação das Delegacias da mulher, mantivemos contato com ela e oferecemos outros serviços de proteção e, colocamo-nos à disposição”.

Ana está em um local seguro e por enquanto não solicitou abrigamento por parte do Estado. “Seguiremos em contato com ela e monitoraremos a situação”, garantiu a delegada.

Fonte: ParlamentoPB

Compartilhar